segunda-feira, 14 de março de 2011

Quem acredita em anjos?

Um livro que marcou a minha infância foi "O menino do dedo verde". Eu adoro a frase final do filme, quando Tistu sobe as escadas do céu e vai embora: Tistu era um anjo! Dois anos atrás, quando o Sr. T estava viajando para Campina Grande para uma reunião de trabalho, caiu um temporal na estrada. No meio do caminho ele viu uma família na beira da estrada esperando o ônibus. Era uma família de lavradores, o pai, a mãe, uma menina de uns seis anos e um bebê de colo. Ele parou e ofereceu carona para a família que debaixo do temporal que caía, aceitou prontamente a oferta. Durante a viagem, o pai contou que estava viajando para levar a filha mais velha ao médico, ela faria um exame naquele dia no hospital da cidade. O Sr. T conversou amenidades e deixou a família na porta do hospital. O homem queria dar algum dinheiro ao Sr. T para pagar a viagem e quando ele recusou, o homem ficou com os olhos cheios d'água. Contou que tinha pego todo o dinheiro que tinha em casa para pagar a pequena viagem e levar a filha ao hospital. Disse que não sabia como iria comer no dia seguinte e quando o temporal desabou na beira da estrada ele ficou muito desanimado, mas não perdeu a fé. Ele rezou e pediu a Deus que enviasse uma ajuda para que a família dele não sofresse. Foi neste momento que o Sr. T encostou o carro e ofereceu a carona. Ele concluiu dizendo: - Eu sei que o senhor não vai confessar, que não vai poder me dizer, mas eu sei quem o senhor é: o senhor é um anjo que Deus enviou para me ajudar! Muito obrigada! Hoje, pensando na minha trajetória e nas coisas importantes que mudaram na minha vida depois que eu o conheci, descobri que o homem tinha mesmo razão. O Sr. T era mesmo um anjo.

3 comentários:

  1. Eles existem mesmo! Um beijo, Ana e boa semana.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, querida! Boa semana para você também!

    Beijos

    ResponderExcluir